Somamos: o projeto de Leven Siano para reerguer o Vasco da Gama

Com o projeto Somamos, Leven Siano pretende resolver os problemas financeiros e investir alto no Vasco da Gama.

Luiz Roberto Leven Siano
Luiz Roberto Leven Siano (Foto: Somamos)

Nas eleições para a presidência do Vasco da Gama em novembro de 2020 foi apresentado aos torcedores do clube o projeto Somamos, elaborado pelo advogado Luiz Roberto Leven Siano, muito conhecido nos bastidores de São Januário e popular entre a massa vascaína por sua forma convincente persuasiva de fazer política.

O projeto Somamos chama a atenção pela sua grandeza e modo operacional, que entre tantas soluções, pretende captar crédito internacional para ser aplicado no Vasco, cartas com valores altíssimos, suficientes para saldar a extensa dívida que asfixia o Gigante da Colina, angariando descontos com credores, de modo a proporcionar fluxo de caixa, e viabilizá-lo administrativamente. Está previsto também, investimentos no patrimônio vascaíno, como modernizar o estádio de São Januário, inclusive, com um projeto arquitetônico encantador, dado à Colina História o formato de uma caravela.

Ao mesmo tempo, o Somamos projeta investimento no futebol, esporte principal praticado em São Januário. Leven Siano defende que, montando uma equipe forte, capaz de brigar por títulos, os torcedores voltam a investir se tornando sócios, comprando camisas e outros produtos, indo aos estádios, entre outras ações lucrativas. O intuito é contratar jogadores renomados, que possam fazer a marca Vasco ser falada novamente no plano internacional, fortalecendo-a.

– O que o Somamos propõe é um Vasco reestruturado financeiramente, que tenha caixa para operar com qualidade e eficiência, sendo capaz de cumprir seus compromissos com seus funcionários, prestadores de serviço e parceiros, gerido por uma equipe executiva de forma profissional, com centro de treinamento de ponta, sedes totalmente reformadas, equipe de futebol forte e em condições reais de disputar todos os títulos das competições de que fizer parte, futebol de base bem estruturado e com centro de custo e investimentos à parte, remo masculino e feminino e futebol feminino estruturados para conquistar títulos, investimentos em esportes olímpicos e paralímpicos e relevantes entregas sociais que compõe a essência do clube – diz o projeto.

O Somamos aposta em gestão profissional comandada por profissionais remunerados, tratando o clube como uma empresa. Para tanto, foi apresentado um corpo de executivos renomados, composto por: Elton Simões, Augusto Tannure, Luis Paulo Rosenberg, Francisco J. Lopez, João Guimarães Rodrigues, Ana Kruel, Nilton Maia, Alex Granjeiro, Sérgio Lyra, Fábio Cordella, André Pederneiras, e Alex Evangelista, cujos currículos estão disponíveis no site do projeto.

Parte introdutória do Somamos

O presente documento é memorial descritivo acerca dos Projetos SOMAMOS, que apresentam soluções financeiras e estratégicas em favor do Club de Regatas Vasco da Gama. Trata-se de proposta do candidato apartidário e independente à Presidência do clube, para o triênio 2021-2023, Luiz Roberto Leven Siano.

SOMAMOS é um conjunto de projetos inovadores, modernos, tecnológicos, disruptivos, inclusivos e visionários para reposicionar o Club de Regatas Vasco da Gama como o maior clube de esportes do mundo.

O nome do projeto é um acrônimo formado pela frase somos o maior [clube] do mundo sim. Leva ao Vascaíno a mensagem ínsita de que o projeto busca somar, adicionar, agregar, contribuir, colaborar. Nesse sentido, que o verbo somar, na primeira pessoa do plural, propõe que essa construção seja feita por todos os Vascaínos, gerando sensação de inclusão e de pertencimento para toda essa coletividade.

SOMAMOS, resumindo, é um acelerador de receitas através de um processo de reposicionamento da marca VASCO para maximizar sua capacidade de impactação de forma inteligente no mercado mundial do futebol.

Contém um planejamento estratégico com a proposição de um novo modelo de negócio para o clube construídos a partir de fatos, dados, inputs recebidos de cases bem sucedidos e oportunidades que foram debatidas ao longo de meses através de reuniões com empresas, potenciais parceiros, investidores e financiadores, bem como personalidades do mundo do futebol, ou seja, foi construído por intermédio de uma lógica de mercado.

SOMAMOS traz uma nova abordagem desportiva e gerencial à gestão do VASCO, que, ao longo das últimas duas décadas, tem atravessado um período difícil com muita turbulência política.

A essência do SOMAMOS compreende não apenas a obtenção de excelente desempenho esportivo e estabilidade financeira para o VASCO, mas também se fundamenta em importantes valores da sociedade como honestidade, fair play, eficiência, responsabilidade socioambiental, respeito, igualdade, fraternidade e solidariedade.

O conteúdo desse planejamento começou a ser elaborado em 2019, inicialmente por um estudo aprofundado dos problemas do clube por mais de um ano de preparação, através da análise de documentos oficiais, auditorias, artigos, noticias na imprensa, entrevistas e dezenas de reuniões interativas com centenas de sócios; torcedores; dirigentes do passado e atuais; ex-atletas de várias modalidades; eméritos; beneméritos; grandes beneméritos, benfeitores e sócios remidos; além de profissionais de diferentes áreas que trabalham ou trabalharam no clube.

Posteriormente, em janeiro de 2020, uma vez mapeado os principais problemas do clube, o candidato abaixo-assinado saiu em campo, custeando com recursos próprios, uma viagem ao exterior que durou 35 dias, reunindo-se com dezenas de empresas, empresários e personalidades do mundo do futebol e da mídia, de países como Argentina, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Itália, França, Reino Unido, Suíça, Suécia, Emirados Árabes, Catar, Arábia Saudita, China e Japão.

Dessa forma, a lógica do SOMAMOS foi construída de possibilidades reais extraídas do mercado que apresentou perspectivas possíveis para um VASCO acaso gerido de forma profissional, ágil, estratégica, íntegra, eficiente, moderna, transparente e ética. O objetivo da viagem, portanto, foi abrir portas e construir pontes com atores do cenário mundial do futebol e coletar propostas de soluções, ideias, investimentos e parcerias, a fim de solucionar os problemas do clube.

SOMAMOS é simbolizado pela Cruz de Cristo das caravelas portuguesas da Era dos Descobrimentos, que, no seu design contém uma cruz branca idêntica ao sinal matemático de adição (soma). A cor branca da cruz simboliza também a pacificação que o SOMAMOS propõe implementar no clube e a ideia de que todos podem contribuir.

Caso seja implementado, o Projeto Somamos promete repaginar e completamente a marca VASCO. Dada a efervescente política do clube, o projeto enfrenta resistência, mas a grande maioria da torcida se seduziu com o que está proposto, e com a figura do postulante ao comando do Gigante da Colina, Leven Siano.

Quem não é visto não é lembradoNoticie seu projeto
Comente

Veja também
Leonardo Picciani
Leonardo Picciani propõe oferta de transporte coletivo exclusivo para mulheres

Deputado Federal, Leonardo Picciani propõe oferta de linhas exclusivas para mulheres em transportes públicos, no horário de pico.

Roberto Duarte
Roberto Duarte propõe que quadro de servidores das Delegacias de Defesa da Mulher no Acre tenha 60% de ocupação feminina

Deputado Roberto Duarte propõe lotação mínima de servidores públicos estaduais do sexo feminino nas Delegacias de Defesa da Mulher no Acre.

Pedro Kemp
Pedro Kemp propõe melhorias no transporte urbano de Campo Grande-MS

Deputado Estadual, Pedro Kemp solicita medidas no sentido de melhorar a qualidade do serviço público de transporte coletivo de Campo Grande.

Faisal Karam
Faisal Karam propõe instituição do Programa Bombeiro na Escola no Rio Grande do Sul

Deputado Estadual, Faisal Karam propõe que seja instituído o Programa Bombeiro na Escola da Rede Estadual de Ensino no Rio Grande do Sul.

Capitão Assumção
Capitão Assumção propõe que sexo biológico seja o único critério definidor para o uso de banheiros no Espírito Santo

Deputado Estadual, Capitão Assumção determina que o sexo biológico seja o único critério definidor para o uso de banheiros no Espírito Santo.