José Rocha propõe sistemas de controle da jornada de trabalho rural

Deputado José Rocha apresenta projeto de lei que dispõe sobre a possibilidade de adoção de sistemas de controle da jornada de trabalho rural.

Deputado Federal José Rocha
Deputado Federal José Rocha

O deputado federal José Rocha (PL), apresentou o Projeto de Lei nº 696/2022, através do qual regulamenta a possibilidade de adoção de sistemas manuais, mecânicos, ou eletrônicos, para controle da jornada do trabalhador rural.

O registro manual deve espelhar a real jornada praticada pelo trabalhador, vedada a mera assinalação do horário contratual, salvo a possibilidade de pré-assinalação do período de repouso, segundo o proposto.

O parlamentar justifica que, para fins de controle da jornada de trabalho, o empregador deve se utilizar de um sistema de marcação de horários para saber como os trabalhadores cumpriram sua jornada de trabalho durante o mês.

– Esse controle inclui a quantidade de horas trabalhadas por dia, as pausas feitas durante a jornada, horas extras, atrasos e todas as informações relacionadas à jornada laboral – disse o deputado José Rocha.

De acordo com o texto, o registro mecânico deve espelhar a real jornada praticada pelo trabalhador, registrada por processo mecânico que consigne as marcações de ponto de forma impressa e indelével, em cartão individual, sendo permitida a pré-assinalação do período de repouso.

Quando a empresa adotar registro de ponto manual ou mecânico, e a jornada de trabalho for executada integralmente fora do estabelecimento do empregador, o horário de trabalho constará na ficha ou papeleta, que ficará em poder do empregado, devendo ser restituída ao empregador após o término do período de apuração do ponto.

O sistema de ponto eletrônico deve registrar fielmente as marcações efetuadas, não sendo permitida qualquer ação que desvirtue os fins legais a que se destina.

Ainda nos termos do proposto por José Rocha, os instrumentos normativos relacionados ao controle de jornada devem acompanhar a dinâmica do mercado e o desenvolvimento tecnológico, observando, acima de tudo, a segurança jurídica e a boa-fé, tanto de empregadores quanto de empregados.

Quem não é visto não é lembradoNoticie seu projeto
Mais sobre:
Comente

Veja também
Deputado estadual Eder Lourinho
Eder Lourinho requer ambulância para a Unidade Mista de Caroebe-RR

Deputado Eder Lourinho apresenta indicação que solicita compra de uma ambulância para atender à Unidade Mista de Caroebe.

Deputada federal Rosana Valle
Rosana Valle propõe inserção de pinturas e obras de arte de artistas locais em conjuntos habitacionais e obras financiadas pelo Governo Federal

Deputada Rosana Valle apresenta projeto de lei que insere pinturas e obras de arte de artistas locais nos conjuntos habitacionais.

Deputado federal Ricardo Izar
Ricardo Izar propõe isenção de IPI de sorvetes e gelados comestíveis

Deputado Ricardo Izar apresenta projeto de lei que isenta sorvetes e gelados comestíveis do Imposto sobre Produtos Industrializados.

Gordinho da Pax, vereador de Porto Murtinho-MS
Gordinho da Pax requer ônibus escolar e construção de ponto para alunos de Matadouro em Porto Murtinho-MS

Vereador Gordinho da Pax indica entrada de ônibus no Matadouro para buscar alunos, e construção de um ponto de ônibus em Porto Murtinho.

Deputado federal Altineu Côrtes
Altineu Côrtes propõe alteração da Lei do Serviço Militar para promover inserção de jovens no mercado de trabalho

Deputado Altineu Côrtes apresenta projeto de lei que altera a Lei do Serviço Militar para promover inserção dos jovens no mercado de trabalho.